6 dicas para melhorar a gestão financeira da propriedade rural

por | 20 - 04 - 22 | Agricultura

A educação financeira disponibilizada para o produtor rural ainda é muito fraca, concorda?

Se existisse uma cultura da educação financeira estabelecida no meio rural, e movimentos por instituições que fomentassem esse tema, será que o setor agropecuário teria uma dívida de R$ 396 bilhões em 2021?

O agronegócio atualmente é o setor que mais movimenta a economia. Levando em consideração a contribuição total do PIB brasileiro, o agronegócio adentrou em 2020 com 27%, de acordo com a CNA.

E o que o PIB tem a ver com a educação financeira?

Se o produtor não vai bem financeiramente, logo, não movimenta a economia, consequentemente, não movimenta o PIB do setor. Por isso, a educação financeira no agro faz toda diferença.

Pensando nisso, separamos algumas dicas para ajudar você, produtor, a entender por onde começar a organizar o financeiro da propriedade. Confira abaixo.

1. Estabeleça metas para o curto, médio e longo prazo. Realizar um planejamento, faz toda diferença!

2. Faça uma reserva de emergência: Tenha saldo disponível para evitar dores de cabeça no caso de possíveis imprevistos.

3. Liste todas as suas despesas, separando as contas pessoais das despesas da propriedade. Fazer essa segmentação é de extrema importância para o controle dos custos.

5. Invista. Você já ouviu a frase “deixar o dinheiro trabalhando para você”, pois é, o investimento segue nessa linha. Invista hoje para colher amanhã.
Você investe atualmente ou gostaria de começar a investir, mas não sabe como?

6. Utilize uma plataforma de gestão para te auxiliar no controle do seu negócio. Registrar todas as receitas e despesas e ter um histórico sobre os seus custos, te ajudam a ter uma visão de negócio e tomar decisões mais assertivas.

O eProdutor pode te ajudar nessa jornada rumo a educação financeira rural. Quer saber como? Fale agora mesmo com um de nossos especialistas: https://eprodutor.com.br/contato/

*Fonte: BACEN