fbpx

4 tendências que podem impactar o agronegócio em 2024.

por | Agronegócio

O agronegócio brasileiro desempenha um papel fundamental na economia do país, contribuindo com aproximadamente 24% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, segundo pesquisadores do Cepea/CNA, o PIB do setor pode alcançar R$ 2,62 trilhões em 2023, o que corresponde aos 24,1% do PIB do país. De acordo com análises do Rabobank Brasil, as projeções apontam para a manutenção do crescimento no próximo ano.

Contudo, quais são as tendências previstas para o agronegócio em 2024?

 

Para garantir sua relevância no cenário competitivo, os agricultores precisam estar atentos em relação às inovações que estão influenciando o futuro do agronegócio.

Abaixo, destacamos quatro tendências que têm o potencial de impactar significativamente o setor brasileiro em 2024:

 

1. Avanço da Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA) representa uma inovação transformadora no agronegócio, exercendo impacto significativo em diversas áreas. Na agricultura, a IA encontra aplicações diversas, tais como:

  • Monitoramento das plantações;
  • Identificação em larga escala e controle de pragas e doenças;
  • Previsão de safras;
  • Gestão da produção.

Entre as vantagens da implementação da IA nas lavouras, destacam-se a capacidade de análise de dados e identificação de padrões, aprimorando a tomada de decisões, aumentando a eficiência e reduzindo custos na gestão da produção.

 

2. Expansão do ESG na Agroindústria

A crescente preocupação dos consumidores com a sustentabilidade está provocando mudanças nos padrões de consumo de alimentos, com uma demanda crescente por produtos frescos, saudáveis e produzidos de maneira sustentável.

Mesmo no âmbito do plano safra 2023/2024, com vigência até meados de 2024, há a concessão de linhas de crédito para produtores que adotam práticas sustentáveis, como a agricultura de baixo carbono.

Para atender a essa demanda, as empresas do agronegócio precisam ajustar suas práticas, incorporando medidas de sustentabilidade e ESG em suas operações. As vantagens econômicas para os produtores rurais ao investirem em ESG são variadas e podem ser categorizadas como:

  • Redução de custos: A implementação de sistemas de irrigação eficientes, por exemplo, pode diminuir os custos de produção agrícola, reduzindo o desperdício e prevenindo danos ambientais.
  • Aumento da produtividade: Práticas ESG também têm o potencial de contribuir para o aumento da produtividade agrícola. A adoção de técnicas de manejo de solo sustentável, por exemplo, pode melhorar a fertilidade do solo e aumentar a produtividade das culturas.

     

3. Automatização nas Lavouras

A tendência de mecanização nas lavouras tem experimentado um crescimento constante nos últimos anos, impulsionada por diversos fatores, como a crescente demanda por alimentos, a necessidade de aprimorar a produtividade e a escassez de mão de obra.

Para 2024, espera-se que a automatização nas lavouras prossiga em ascensão, com a implementação de tecnologias como a pulverização por drones, contribuindo para a redução do desperdício de defensivos, e sistemas de irrigação inteligente, que envolvem o uso de robôs e sensores no campo. Algumas das vantagens associadas à automatização nas lavouras englobam:

  • Aumento da produtividade;
  • Redução da dependência de mão de obra;
  • Melhoria da qualidade da produção;
  • Diminuição do impacto ambiental.

     

4. Inovações Tecnológicas no Agronegócio

A incorporação de tecnologia desponta como uma das principais tendências no agronegócio. Na esfera agrícola, a tecnologia está desempenhando um papel crucial na melhoria da produtividade, eficiência e sustentabilidade da produção. Uma das tecnologias previstas para se destacar em 2024 inclui:

  • Internet das Coisas (IoT): A IoT possibilita a coleta de dados em tempo real por meio de sensores no campo, permitindo o monitoramento do clima, da saúde das plantas, controle de pragas e doenças, além de monitoramento zootécnico para aves e peixes.

 

A tecnologia consolida-se cada vez mais como uma aliada indispensável no agronegócio.

Nesse contexto, o eProdutor oferece uma variedade de soluções destinadas a aprimorar tanto os aspectos operacionais quanto administrativos, contribuindo para uma gestão mais eficaz de todas as fases da produção.

Desde o acompanhamento das culturas até o monitoramento zootécnico, o software de gestão agrícola eProdutor possibilita o controle total das operações, incorporando funcionalidades essenciais como fluxo de caixa, gestão de contas a pagar e a receber, livro caixa digital, emissão de notas fiscais, entre outras ferramentas cruciais para todos os produtores rurais.